sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

a Ana!


Coração Vagabundo

(Caetano Veloso)

Ana Cañas

Meu coração não se cansa
De ter esperança
De um dia ser tudo o que quer
Meu coração de criança
Não é só a lembrança
De um vulto feliz de mulher
Que passou por meus sonhos
Sem dizer adeus
E fez dos olhos meus
Um chorar mais sem fim
Meu coração vagabundo
Quer guardar o mundo
Em mim
Meu coração vagabundo
Quer guardar o mundo
Em mim

Um comentário:

Tiago Abreu disse...

bandido corazón!
ele não se cansa mesmo. ininterruptamente jorrando!