segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Contraste




o que reluz na penumbra

é o brilho do meu corpo
igual ao óleo essência de maracujá
que você usava depois do banho

desta vez eu não sai do banho,
me banhei foi do teu suor
e meu brilho tem contraste
no amor e no prazer

meço tuas costas
escorregando minhas unhas
começando na nuca.
você inteiro: meu maior desespero

o brilho ao te olhar
deitado, imerso
é banho do mesmo suor
sentimento retrocesso

só me cabe força
pra sorrir
e respirar alívio
esparramada no teu peito



prazer
do Lat. placere

v. int.,
comprazer;

agradar, aprazer;
s. m.,
estado de quem se acha prazenteiro;

alegria;

jovialidade;

satisfação;

delícia;

aprazimento;

agrado;

entretenimento;

divertimento;

volúpia;

satisfação sensível ou sensual.

Um comentário:

Tiago Abreu disse...

deusa de brilho astral, pele da alma, respirar delícias a dentro...
minha maior alegria, volúpia...
aaaaa, sem palavras...
amora, tu és a fada em cujo encanto eu mergulho em transe, que desde a primeira vez eu nunca sai de ti!
te amo por todos em cada célula minha...
minha sensível satisfação sensível, minha fera arredia, eu ouso te domar, e em ti cavalgo fantasias, em sonho que respira, não acaba, respira apenas no intervalo quando deitas em meu peito teu peito arfante... somos um só diante do corpo uno e total de nosso desejo...
tu és o paraíso em si!
mais que amor...