terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

tenho mania de "psicóloga"
sim, reparo tudo.
as vezes tenho até que me vigiar:
Ana, menos!
sabe... audição boa,
visão aguçada... super interativa (ótimo!)
tem gente tão auto-suficiente nesse mundo,
eu fico orgulhosa de ver.
tenho admiração produnda por mulheres,
decididas, inteligentes, sensíveis.
só não suporto mesmo
quem faz aquela! propaganda
(publicidade melhor não há)
da vida como deve ser,
da vida que todo mundo sonha.
minha vida se constrói
nas pequenas coisas
me apego a tudo que me fez
e me faz feliz.
me imagino com 30 anos,
sim, a MULHER de 30 anos
a mulher como quero ser:
a mulher que faz amor
ao invés de sexo;
que está com a casa sempre cheia
de verdadeiros amigos;
que lava, passa, cozinha
e de noite se sente linda com aquele pretinho básico!
do meu lado muitos sorrisos,
e fazer tudo sem fazer nada.
o importante definitivamente
é o espontâneo
o sensível, o que vem de dentro...
...quando é verdadeiro,
não importa se está com rima
se tem estética
se é poético
o que importa é
que de alguma maneira existiu
e alguém teve a sensibilidade de registrar!

- a palavra é o meu domínio sobre o mundo. (Clarice Lispector)

2 comentários:

Tiago Abreu disse...

é poético, sim, deveras poético...
a vida vivida direto na veia.
minha psicóloga!

Yllie disse...

lindo....
linda!(s)



paloma