sexta-feira, 28 de março de 2008

Love Will Tear Us Apart

Quando a rotina bate pesado e as ambições são pequenas
E o ressentimento voa alto embora as emoções não cresçam
E vamos mudando nossos caminhos, pegando estradas diferentes

Então o amor
O amor vai nos separar
De novo

Por que esse quarto está tão frio, de costas, do seu
lado?
E o meu tempo que estragou, nosso respeito
murchou tanto?
Mas ainda há esta atração
Que mantivemos ao longo de nossas vidas

Amor
O amor vai nos separar
De novo

Você grita durante o sono, todos os meus fracassos expostos?
Fique com o gosto da minha boca enquanto o desespero toma conta
Será que pode uma coisa tão boa
Simplismente não funcionar mais?

Quando o amor
O amor vai nos separar
De novo

(Joy Division)

7 comentários:

Juliana Caribé disse...

Hoje estava lendo "O profeta", do Khalil Gibran, e deparei-me com estas palavras:
"E sempre foi assim. O amor não conhece a sua própria profundidade até a hora da separação".
Acho que cabe perfeitamente aqui...
Beijos.

Camilinha disse...

... e segundo caio, eu acho:
as pessoas são feitas para se encontrarem e para se separarem...

triste, um pouco.

beijos daqui...

Amanda Bia disse...

Joy Division é tão deprimente!!! Mas gostei!
Aaaaahhh.... Eu gosto de ficar sozinha quieta assistindo filme sábado à noite. Não sou de sair. E sempre to morta de cansada no sábado! e tô solteira, então não me resta muita opção, né?! hehehe!
beijos!

a clara menina Clara disse...

Tive a oportunidade de ver um show do nouvelle vague, cantei essa música alto e de olho fechado.
Foi bem feliz.

beijo, moça!

Tiago Abreu disse...

amora,
"ficou tudo fora do lugar
café sem açúcar
dança sem par"

Carolina de Castro disse...

Ana, adorei a letra da musica.
Não conhecia!!!

Engraçado isso, do amor separar.
As vezes a falta dele separa. Mas eu tb acho que em alguns casos, o excesso dele tb separa!

Ainda bem que existe o meio termo!
Beijoss

Verena Rabenschlag disse...

Nada nesta vida é definitivo!
"tudo na vida se transforma"
Te adoro