quarta-feira, 13 de agosto de 2008


independe do consciente. meu amor muitas vezes fere a ética, a moral e os bons costumes. psiquê, UNIÃO DO AMOR E DA ALMA. é não, sabendo que amanhã vai ser sim. faz-se hoje, agora, sabendo que está porvir o desejo, que engana e surpreende, não é premeditado. ofereci a outra face e me orgulho disso! nunca fui mulher de chorar baixinho, de ter medo de ordens e nunca me dediquei a algum seriado americano. eu acredito no pra sempre, no final feliz, no amor "clichê". que soe piegas! talvez eu deveria me chamar Maria, Antônia, Francisca... sei que o amor é bonito pra quem ama. eu amo bonito, não o temo, pois é ele que me move.
o amor renasceu hoje!

7 comentários:

a clara menina Clara disse...

Que ele continue latejando por aí, sempre sempre sempre.

Anderson Cádor disse...

sim...

Sabrina disse...

"eu amo bonito"
quer coisa mais linda?
beijos querida...

Narradora disse...

Quem ama bonito não precisa de sorte!
Beijos

Camilinha disse...

onde eu assino?


beijos daqui...

Esch Haim disse...

o original diz: "é por ele que me levanto"
amo teu poema, união de amora e ar,
árvore de flores-poemas, teu sorriso é poesia...

Camilla Tebet disse...

Deveria chamar Ana...
" nunca me dediquei a algum seriado americano." e alé disso vive o amor bonito sem medo de ser peigas ou de confessá-lo, deveria chamar-se mulher inteira.